sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O piano e a bailarina...

Solitariamente estou no palco,envolto em meus pensamentos,contemplando a platéia preenchida apenas com o vazio...
Começo a tamborilar meus dedos no velho piano,executnado uma triste e melancólicacanção que há anos estava escondida em minha memória...
As sombrias melodias ecoam neste silêncio mórbido e com isso,lembranças ditas como perdidas voltam a tona...
Lágrimas começam a escorrer de meu rosto e a cair entre as teclas do piano...
é humanamente impossível manter uma postura áusteraquand oa tristeza aflinge a alma...
Mas algo me diz que não estou mais só em meu refúgio outrora solitário...
Ouço passos ágeis acompanhados de graciosos movimentos provenientes dealguém cuja beleza chea a ser hipnótica...
O ver de seus braços e pernas são suaves como o toque de uma pluma e encantadores como o luar...
Desejsair de meu lugar e ir ao seu encontro,mas temo que o cessar de minhas melodias venham a interromper tão graciosa visão...
Seus olhos são brlhantes como o crepitar das chamas e sua face é de uma beleza tal,como se tivesse sido esculpida pelo próprio Deus...
Tão bela que temo ser apenas um de meus devaneios.E mesmo que assim seja,espeor nunca mais acordar...


by Márllon Matos

Um comentário:

  1. Uaaaaal ... Adorei.
    Você esta de Parabéns!
    Lindo, lindo e lindo.

    ResponderExcluir